23 maio 2006

Harry Potter

[Marques Mendes apresenta as suas soluções aos Congressistas]
O país político está rendido aos blockbusters. Depois do "Assalto ao Aeroporto", starring Mário Lino e José Sócrates, e de Carrilho se assumir como o Dan Brown português, redigindo uma bela obra de ficção, recheada de mistério, interesses ocultos e homens maus, Marques Mendes decidiu vestir a pele do Harry Potter (com um misto de Sherlock Holmes) e, num passe de mágica, desvendar aos portugueses a sua saída para a crise do país: reduzir a Administração Pública, sim, mas sem violência, com base em rescisões amigáveis; à falta de recursos, a solução está à mão de semear: paga Bruxelas! Elementar, meu caro Watson. Brilhante! O programa apresentado no último Congresso do PSD parece mesmo ter sido escrito em Hogwarts... É caso para dizer, "o último a sair, apague a luz, e feche a porta"! Não vale a pena trancar, que não vai ficar nada de valor para roubar. Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: