15 setembro 2006

Blue Joke: Cristo no café

[adaptação a partir de uma anedota recebida por mail] Estavam um inglês, um alemão e um português num café quando o inglês diz aos outros: «Aquele ali que acabou de entrar é mesmo igualzinho ao Jesus Cristo». «Pois, pois, e a que está com ele deve ser Maria Madalena», respondeu o alemão. «Desculpem, mas vejam a barba, a túnica...», diz o inglês, enquanto se levanta e dirije ao suposto JC, e lhe pergunta: «Tu desculpa-me, mas és Jesus Cristo, não é verdade?». «Primeiro fala mais baixo e dobra a língua, que não se trata por tu o Filho do Senhor. Sou sim, mas estou por aqui a tomar um café discretamente, e se tu não te calas não vou ter sossego, com o café inteiro a pedir-me milagres». O inglês, apercebendo-se da oportunidade, respondeu: «Em tempos fiz uma lesão no joelho a jogar cricket com o João Carlos Espada. Cura-me e eu desapareço caladinho». Jesus Cristo, contrafeito, lá lhe pôs a mão no joelho e curou-o. «Obrigado, meu Senhor. Ficar-lhe-ei eternamente grato», agradece, emocionado, o inglês. «Sim, sim. Não grites e vai-te embora. E não contes a ninguém». O inglês, mal chegou à mesa, contou aos amigos. O alemão levantou-se logo e dirigiu-se à mesa do lado: «O meu amigo disse-me que eras Jesus Cristo e que o curaste. Tenho uma tendinite no braço, e isto incomoda-me fortemente. Cura-me». «Outro. Conheces-me de algum lado para me tratares por tu? Mas pronto, dá cá o braço, que eu curo-te. Mas vê lá se estás caladinho e dizes ao inglês que de castigo vai ter de ler duas horas seguidas um texto do Oakeshott». Jesus Cristo, vendo que na mesa havia três pessoas, pensou que, por uma questão de justiça, devia ele próprio curar também o português. Levantou-se, dirigiu-se ao grupo, e pondo a mão sobre o ombro do português, perguntou-lhe: «E tu, meu filho não queres que...». O português levanta-se de um salto, afastando-se e refilando: «Tu aí, tira as mãozinhas que eu estou de baixa!». Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: