04 setembro 2006

Roleta Russa

Escreve o João Miranda, no seu melhor registo:

Paguem-me o preservativo senão eu mato-me

Preço dos preservativos em Portugal pode condicionar prática do sexo seguro

Dado que pelos vistos há gente que está disposta a arriscar a vida para poupar dinheiro em preservativos, suponho que a consequência lógica disto é o subsídio ao preservativo.

O tom da notícia mostra o estado a que chegou a responsabilidade individual.

Não diria melhor. Acrescento, porém, que mesmo com preservativo a maior parte das relações não são seguras: podem sempre aparecer a mulher/marido, companheira/companheiro, mãe/pai, irmãos, GNR/Polícia Municipal/detective a soldo/"pestaninhas", a mulher da limpeza, o Professor Karamba e suas mezinhas, amigos/inimigos a atrapalhar o momento... Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: