03 fevereiro 2006

O mito das Origens?

O problema de Marques Mendes não são as suas origens, nem o facto de viver numa vivenda geminada, nem sequer a sua imagem. O PSD é um partido eclético, que teve líderes das mais diversas raízes, e com as mais distintas imagens. O que falta a Marques Mendes? Carisma, capacidade de liderança, energia para mobilizar o país, vontade de promover verdadeiras rupturas. Quem ouça com atenção António Borges percebe que tem carisma de liderança e vontade de promover rupturas com o aparelhismo. Que não é refém do jogo político rasteiro. E, sobretudo, que tem ideias novas para Portugal. Espero que o PSD perceba que precisa de lideranças fortes, carismáticas, com ideias e não de líderes a prazo que sirvam apenas para gerir a circunstância. A bem do país. Rodrigo Adão da Fonseca [post na sequência do que foi escrito por CCS n'O Espectro]

Sem comentários: