09 fevereiro 2006

Potências nucleares com intenções «medicinais»

Rui a., no seu melhor:

09 Fevereiro 2006 fins pacíficos Neste agradável cenário, são obviamente de manter as gentilezas com que a Europa tem lidado com o programa nuclear do Irão e insistir na via do diálogo. Chirac, Solana e Freitas do Amaral hão-de certamente dar conta do recado. Até porque, como já garantiram as credíveis autoridades daquele país, o programa destina-se a fins pacíficos, humanitários até. Quem sabe, medicinais? Provavelmente, para «tratar da saúde» ao maior número possível de pessoal.

Sem comentários: