10 maio 2006

Sobre a susposta insolvência da Afinsa (revisto)

Parece que a Afinsa utiliza um esquema fraudulento: pasme-se, paga juros com os recursos dos clientes. Mas, fraudulenta? Não é esta a receita da Segurança Social? Não funcionam as pensões numa base de caixa? Não é o prémio de elevada rentabilidade? Marques Mendes deve gostar de filatelia, pois ainda este fim-de-semana afirmava - respondendo a um repto de José Sócrates - que a solução para a Previdência passa pelo "crescimento económico". Pelos vistos, a Afinsa - à semelhança da Gescartera - conhecia bem esta "varinha mágica". A D. Branca também. Na verdade, pergunto-me: porque é que os jovens vivem tão confortáveis com o actual modelo de Segurança Social? Os sistemas de caixa são verdadeiras espirais, que remuneram os seus "clientes" - pensionistas - com o capital que deveria estar afecto às responsabilidades futuras. A Afinsa ainda tem selos e outros valores tangíveis. A Segurança Social, apenas, o aval do Estado; ou seja, de todos nós. Grande consolo... Rodrigo Adão da Fonseca Adenda: De leitura obrigatória, Afinsa versus Segurança Social e Ainda os esquemas da pirâmide, pelo João Miranda.

Sem comentários: