02 novembro 2006

Blue Lounge recomenda: Mas afinal quantos juizes há em Espanha?

O João Miranda chama a atenção, e muito bem, para o fenómeno Gárzon:
***
Buscas à sede do BES em Espanha ordenadas pelo juiz Baltasar Gárzon Este homem já esteve contra a ETA, contra o Batasuna, contra os GAL, contra o BBVA, contra o Gil y Gil, contra o Subcomandante Marcos, contra o Pinochet, contra o Kissinger, contra o Berlusconi e contra Guantanamo. Como é que isto é possível? Baltazar Gárzon parece ter um estatuto misto de Juiz-Procurador com liberdade para investigar crimes em toda a Espanha, e pelos vistos em todo o mundo. Um juiz destes é o sonho do justicismo português. O homem providencial com poderes quase ilimitados para perseguir quem entender. Muito melhor que um Souto Moura. Se for honesto, se for íntegro, se for competente, se tiver bom senso. Se não for é o desastre ... João Miranda, Blasfémias
***
Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: