15 novembro 2006

Veu islâmico e multiculturalismo

Shirin Neshat, "Fervor (Crowd from front, Couple looking at each other)", 2000
O uso do véu está, quer queiramos, quer não, associado à marca da menorização do papel das mulheres nas sociedades islâmicas. Uma das falácias mais visíveis do pensamento pós-moderno reside na aceitação "horizontal" de todas as expressões culturais, como se tivessem o mesmo valor. As sociedades ocidentais têm um grau de evolução naquilo que são a defesa das liberdades e a consagração dos direitos cívicos que não existe no resto do planeta. Devemos sentir orgulho, pois muitos morreram e se sacrificaram para que possamos hoje viver num grau avançado de desenvolvimento civilizacional. Tudo o resto são incongruências de um pensamento multiculturalista, que viola a liberdade individual entoando a tolerância, que diminui a mulher alegando que a protege e defende. Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: