05 fevereiro 2007

As razões do Luciano Amaral pelo "Não"

Dir-se-á então que, permanecendo as coisas como estão, continua o problema da prisão das mulheres. É verdade, mas é aqui que tenho visto um espírito de compromisso da parte de alguns partidários do Não que acho muito interessante, nomeadamente quando se manifestam disponíveis para rever a moldura penal do aborto, substituindo a prisão por outras penas, como as pecuniárias ou o trabalho comunitário. Voltam a chover aqui as acusações de hipocrisia. Mas nas condições de um debate menos extremado, esta posição até deveria ser vista como mais um gesto de compromisso dos partidários do Não, que acabam por acolher a parte mais válida do argumentário adverso.
Numa altura em que tanto se criticam certos sectores do "Não" de suposta incoerência e radicalismo, vale a pena ler, sem ruído, a posição do Luciano Amaral, divulgada no Blogue do Não. Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: