07 fevereiro 2007

Grupo de Baile

No Revisão da Matéria dei de caras com a capa do mítico sucesso dos "Grupo de Baile", o famoso "Patchouly", mega-hit dos anos oitenta, música que aprendi na escola primária numa época em que, em vez da TLEBS, as experiências pedagógicas eram definidas ad hoc.

O nosso professor de música, dotado de um espírito bastante sixties, decidiu cativar a atenção de trinta crianças bastante dificeis, inovando. Vai dai, ensinou-nos todas as incidências das meninas das escolas secundárias, com cheiro a leite, que ficam maradas com o charme perfumado do perfume Patchouly.

O método de ensino fez as nossas delicias. Por aqueles dias, um bando de pivetes de oito anos regressou a casa soletrando de cor todos os pormenores da letra, meias rotas, o soquete do artelho, ficam maradas com o teu charme perfumado. Parece que houve queixas. Na semana seguinte, regressamos à monotonia, com uma mais adequada composição musical: "Lá no alto da montanha, quem me dera lá viver...".

Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: