12 fevereiro 2007

Pela independência do Norte de Portugal

Os resultados eleitorais reavivaram-me aspirações de sempre. Está na altura de reabilitar a regionalização. Mais: havendo, como refere o Paulo Pedroso, no Canhoto, "uma fronteira imaginária do Mondego (...) que é assim desde o período da formação da nacionalidade", pergunto-me se não fará até mais sentido arrancar com um movimento cessionário. Já agora, antes que comece a construção da OTA. Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: