21 março 2007

Alternativas Liberais

Uma boa análise do Tiago Mendes hoje no DE, no seu artigo 'Alternativas Liberais'. Subscrevo, em especial, a sua última frase:
Haverá espaço? Vontade? Meios? Não há melhor resposta que o remate do historiador: "não é só porque uma coisa é necessária que tem de aparecer".
Portas, Mendes, Borges, Sarmento, Teixeira da Cruz, Ferreira Leite? Mais do que discutir pessoas, julgo que a grande limitação reside na dificuldade em afirmar ideias liberais num país com tão pouca tradição de liberdade, onde o exercício da escolha e da cidadania são, para a maioria da população, fardos dispensáveis, aninhados que estamos no regaço do Estado. Por isso nem me dou ao trabalho de tentar vislumbrar quem será no curto prazo o 'protagonista liberal': ainda faltarão alguns anos de consolidação e 'trabalho de sapa' para que o liberalismo se afirme com consistência no mercado das ideias. Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: