16 maio 2007

Paz à sua alma

Marques Mendes morreu, se é que ainda estava vivo (talvez estivesse ligado a um ventilador). Mais valia ter dado o corpo às balas, e ter-se candidatado ele próprio. Sócrates demonstrou que, não sendo hábil nos campos da engenharia e muitas vezes da própria governação, tem um instinto fatal quando se fala em sobrevivência política. Rodrigo Adão da Fonseca

Sem comentários: