22 novembro 2007

Blue Lounge - Ano III

Darren Almond, "Fullmoon Quatrain 1", 2005
Começa hoje o terceiro ano da vida atribulada - com altos e baixos, e uma ou outra interrupção - do Blue Lounge, um blogue quase esquizofrénico, com diversos estados de alma, à imagem da foto acima (e aqui do je). Blue, porque é essa a cor do FCP, da Invicta, do liberalismo, qual tríade imbatível. Lounge, porque se quer um blogue aberto mas intimista, para quem ame a estética da arte contemporânea e das suas palavras implícitas, não escritas. Aqui tenho publicado também alguns artigos de opinião, meros comentários, textos mais fundamentados, snapshots blogosféricos, alguns sons. O Blue Lounge tem-me acompanhado sempre para onde fui, nos dois últimos anos, nesta minha vida de nómada, com uma mala sempre aberta, sempre de partida ou acabado de chegar.
O Blue Lounge tem desde o início poucas ambições, vive e é feito apenas para os poucos amigos que fielmente o visitam, e que são a sua razão de ser. Obrigado por cá virem de vez em quando.
De contrário, o Blue Lounge já tinha morrido.
Rodrigo Adão da Fonseca
PS: O Portugal Contemporâneo viu a luz do dia por esta altura. Se bem me recordo. Parabéns ao Rui de Albuquerque e ao Pedro Arroja.

Sem comentários: